Kodumaro :: Brainfuck – Sumário

Publicado em 15 de Dezembro, 2017
As sombras da programação.
Máquina de Turing

A máquina de Turing é um conceito matemático teórico criado por Alan Turing que consiste em um modelo abstrato de uma máquina de estado capaz de executar tarefas genéricas.

A máquina de Turing é formada por quatro partes:

  1. Uma fita dividida em células, cada uma representando uma instrução a ser executada. O tamanho da fita é o suficiente para representar a tarefa pretendida.
  2. Um registro de estados de tamanho suficiente para executar a tarefa pretendida.
  3. Um cabeçote que lê as instruções da fita e as executa de acordo com um alfabeto conhecido.
  4. Um alfabeto conhecido com instruções que define ações como mover a fita ou alterar estados do registro.

Podemos traçar um paralelo com o computador moderno: a fita são as instruções dadas ao processador, o registro de estados é a memória, o cabeçote é o processador e o alfabeto é o microprograma do processador.

Brainfuck é uma linguagem de programação esotérica criada em 1993 para o AmigaOS. Brainfuck é interessante porque implementa a máquina de Turing de forma restrita e minimalista.

Recomendo o artigo na Wikipédia, que explica muito bem.

Vamos usar Prolog pra implementar o interpretador.

Lista de conteúdo

Conceitual | Lógica